Agenda

Jundiaí terá 37ª edição da Festa da Uva

Evento irá resgatar as brincadeiras tradicionais da infância

Publicado em 2019-12-29 10:32:42 Atualizado em 2019-12-29 10:32:42 (462 visualizações)

Quem gosta de turismo, cultura e gastronomia não pode deixar de conferir a 37ª Festa da Uva de Jundiaí que completa 85 anos de história e tem como foco, nesta edição, as crianças. Repleta de atrações culturais e brincadeiras especialmente preparadas para elas, a programação também é voltada aos adultos que podem relembrar a infância com atividades como o xadrez e a amarelinha, por exemplo. A abertura oficial acontece dia 16 de janeiro, uma quinta-feira, às 18h, e o evento se estende até a primeira semana de fevereiro.

Em paralelo, no mesmo espaço, acontece a 8ª Expo Vinhos. Juntas, trazem várias atrações como leilão, premiações de uvas, vendas de artesanato, vinhos, licores, bebidas e produtos produzidos por agricultores da cidade, espaço infantil gratuito, cortejos e atrações circenses, workshops enogastronômicos e, também, a tradicional Cerimônia da Pisa da Uva, que acontecerá todos os dias sob o comando do Grupo Folklorístico Stella Bianca, voltado para a preservação, resgate e divulgação de danças e músicas das diversas regiões da Itália. Durante toda a festa, vinte atores representarão a história do surgimento da uva niagara rosada, que é oriunda de Jundiaí e a protagonista da festa.

“Esse ano em especial, a Festa da Uva terá um espaço do ‘brincar’. Até então, o evento já tinha suas atrações- os grandes brinquedos oferecidos gratuitamente para as crianças e atividades de recreação, porém em 2020, traremos um novo conceito. Uma equipe de monitores estará presente com uma programação totalmente voltada para elas. Fora o resgate das brincadeiras da infância, também daremos importância a preservação da história, como a valorização dos artistas e as antigas rainhas da uva, já que isso também tem relação com as crianças, pois entendemos que tanto elas, quanto nossos visitantes precisam conhecer a história da cidade”, destaca Marcelo Perone, Gestor de Cultura de Jundiaí.

Conhecida no Brasil como um dos principais eventos agrícolas, a Festa da Uva é um marco no calendário da cidade por homenagear o plantio da fruta na região e os agricultores locais. “Sempre participei (da festa) com uvas para exposição, e as forneço para o estande do Traviú. O evento ajuda a valorizar o produtor e mostra a tradição do cultivo aqui no bairro, que foi um dos pioneiros na produção do tiponiagara rosada no país”, destaca o produtor do bairro Traviú, Anderson Thomazzeto.

O fato desta edição destacar o universo lúdico da infância tem motivo: a cidade é a primeira do Estado e a segunda no País, logo após Boa Vista, Roraima, a integrar a Rede Latino Americana – Projeto Cidade das Crianças que contempla os programas “Comitê das Crianças” e “Ruas de Brincar” que têm como objetivo a implementação de políticas públicas que valorizam o protagonismo nas tomadas de decisões que reforçam a importância do ato de brincar. A iniciativa é resultado das adesões do Município à rede e ao Instituto Alana.

A festa já tem a sua Corte para 2020. A rainha Joyce de Oliveira, a primeira princesa Tamires Fernandes e a segunda princesa Geovana Alcântara serão as responsáveis por representar um dos eventos mais tradicionais do estado de São Paulo.

A programação da Festa conta com mais de 150 atrações espalhadas pelos cinco palcos do evento. Há opções para todas as idades e o evento é gratuito.


História, tradição e gastronomia

A agricultura jundiaiense ganhou, ainda na década de 30 do século passado, um fenômeno que mudou a história e a cultura da cidade. A partir de uma mutação somática espontânea da uva niagara branca, ocorrida no bairro de Traviú, surgiu uma nova variedade: a niagara rosada. E foi ela quem motivou a realização da primeira Festa da Uva de Jundiaí, em 1934, que teve como principal objetivo a divulgação da fruta, que atualmente já está em processo de reconhecimento de Indicação Geográfica, umacertificação que garante ser originária da cidade.

Com os anos, o tradicional evento ganhou visibilidade ao destacar os valores da agricultura familiar, o turismo regional e a gastronomia. Segundo os organizadores, na última edição,cerca de 198 mil pessoas de todo o país visitaram o evento.

Dança, música e passeios turísticos e contato com produtores rurais são algumas das experiências que poderão ser vivenciadas na Festa, que traz também produtos das rotas turísticas da cidade - Centro Histórico, Cultura Italiana, Terra nova e Rotas do Castanho, da Uva e do Vinho.

Na gastronomia, destaque para os pães e geleia de uva e geleia de vinho, espumantes de uva niagara, vinhos e a tradicional coxinha de queijo, considerada patrimônio imaterial do município desde 2018 e que teve como vencedor do 2º Festival da Melhor Coxinha de Queijo de Jundiaí – Edição 2020, o Lambuza Bistrô, situado no bairro Engordadouro, comandado por Alisson Batistella.

“Desenvolvemos uma coxinha com massa excelente, sequinha e usamos o queijo maturado aqui na Serra do Japi. Os clientes estão adorando. É uma responsabilidade muito grande defender esse patrimônio da cidade”, afirma Batistella, sem revelar o segredo da receita. O bistrô, que participou do evento pela primeira vez e apresentou um salgado 100% regional, será um dos expositores.

Para quem quiser conferir esta e muitas outras atraçõesda Festa da Uva, o município de Jundiaí está localizado à pouco mais de 60 quilômetros de distância de São Paulo, com acesso pelas Rodovias Anhanguera e dos Bandeirantes.

Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE


Agenda

Banda Sinfônica apresenta concerto especial nesta segunda


Shopping da região realiza Carnaval 2020


'Loirinha' agita bloco mais famoso de Campinas


Abertas inscrições do 15º Encontra Conto


Feira do Produtor no Largo Bicentenário acontece na terça



© 2009-2020. Portal Novo Momento de Notícias. website: pratza