Cidades

Americana alcança recorde em captura de escorpiões

Produção de soro antiescorpiônico

Publicado em 2019-01-11 17:36:20 Atualizado em 2019-01-11 20:28:18 (451 visualizações)

Com o recente anúncio do Ministério da Saúde de elaborar, em conjunto com o Instituto Butantan, uma força-tarefa para combate aos escorpiões, a ser implantada nos municípios, Americana desponta como referência no assunto no estado de São Paulo. Isso  não acontece apenas com relação ao aspecto preventivo, mas também na cooperação com a produção de soro antiescorpiônico, já que há mais de uma década a cidade realiza a captura e destina escorpiões vivos ao Instituto Butantan, com a finalidade de auxiliar na produção do antídoto.
 
De acordo com o Instituto, no ranking estadual, a cidade aparece em primeiro lugar em números de escorpiões enviados, graças ao trabalho do PVCE (Programa de Vigilância e Controle de Carrapatos e Escorpiões), órgão ligado à Secretaria Municipal de Saúde, que desde 2005 iniciou a atividade de captura noturna, utilizando luz ultravioleta, nos cemitérios, áreas sabidamente infestadas pelo animal.

No ano passado, o município bateu um recorde estadual na captura, totalizando 14.333 animais, dos quais 9.915 foram enviados para produção de soro. Pelo fato de não serem animais adaptáveis a cativeiros, muitos acabam morrendo, razão pela qual a quantidade enviada geralmente é inferior ao total de exemplares coletados pelos técnicos. Somente os escorpiões enviados por Americana em 2018, segundo o Butantan, possibilitou a produção de 44 mil doses de soro antiescorpiônico.

A coordenação do trabalho municipal faz questão de ressaltar que, embora o Ministério da Saúde tenha lançado a iniciativa de uma força-tarefa, o setor já promove essas atividades desde 2006, o que pode ser caracterizado como força-tarefa permanente. "Eu avalio como muito positivo o trabalho realizado pelo PVCE, porque em termos de força-tarefa de combate ao escorpionismo, Americana está adiantada há doze anos em relação ao Ministério da Saúde, pois tem uma equipe que realiza esse trabalho de orientação e controle de escorpiões junto à população, desde 2006", destacou o servidor, Jardel Brasil, um dos responsáveis pelas ações no município.

Além das capturas noturnas, o setor realiza atividades educativas, com ênfase nos alunos da Rede Pública Municipal e também atende às reclamações do SAC (Serviço de Atendimento ao Cidadão), um canal do Poder Público local para receber reclamações e sugestões, que é utilizado pela equipe como porta de entrada para todas as queixas de moradores sobre o aparecimento do animal nas residências.

Entre 2006 e 2018, o setor contabilizou 6.070 atendimentos relacionados ao SAC, sendo possível afirmar que foram mais de seis mil famílias orientadas quanto às formas de prevenção. No mesmo período, a equipe realizou a captura de 102.063 escorpiões, dos quais 62.331 foram enviados vivos ao Butantan.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE


Cidades

Baile funk tem confronto e 2 baleados


PM prende ladrão de bolsa no São Manoel


Ipês dão show de beleza em Santa Bárbara


PM morre na saída da Festa do Peão


Briga de irmãos termina com um esfaqueado



© 2009-2019. Portal Novo Momento de Notícias. website: pratza