Geral

'Parça' de Bolsonaro condenado e enroscado na Justiça

Empresário da Paraíba nega todos os crimes

Publicado em 2018-11-06 13:46:52 Atualizado em 2018-11-06 13:48:29 (617 visualizações)

Julian Lemos (PSL-PB), empresário nomeado para integrar a equipe de transição do governo Bolsonaro, foi condenado em primeira instância a um ano de prisão, em 2011, por estelionato - o caso prescreveu antes de ser julgado em segunda instância. 

Ele também já foi alvo da Lei Maria da Penha por três vezes, acusado por sua ex-mulher e por sua própria irmã - em um dos casos, ele foi preso em flagrante. Enquanto sua ex-mulher retirou as acusações, a ação movida por sua irmã continua ativa. Julian nega todos os crimes.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE


Geral

Bolsonaro de motinha em Guarujá


Mega-sena acumula e paga R$90 milhões


McDonald's lança linha inspirada no BicMac


Alpinista brasileiro chega ao acampamento base do Monte Everest


Pediatras querem fim da obrigatoriedade do Teste da Linguinha



© 2009-2019. Portal Novo Momento de Notícias. website: pratza