Geral

Favorito da Argentina detona Bolsonaro

Fernández "racista, misógino e violento"

Publicado em 2019-08-13 08:53:53 Atualizado em 2019-08-13 08:53:53 (312 visualizações)

(Reuters) - O candidato da oposição de centro-esquerda à Presidência da Argentina Alberto Fernández, que no domingo obteve uma esmagadora vantagem sobre o atual presidente liberal Mauricio Macri nas eleições primárias do país, criticou na segunda-feira o presidente Jair Bolsonaro, a quem classificou de “racista, misógino e violento”.

As declarações foram feitas horas depois que Bolsonaro disse que o Brasil poderia ver uma onda de imigrantes fugirem da Argentina se políticos de esquerda vencerem as eleições presidenciais de outubro, o que é uma forte possibilidade depois do resultado que conquistaram nas primárias de domingo sobre Macri.

“Com o Brasil, teremos uma relação esplêndida. O Brasil sempre será nosso principal sócio. Bolsonaro é uma conjuntura na vida do Brasil, como Macri é uma conjuntura na vida da Argentina”, disse Fernández em uma entrevista ao programa “Corea del Centro”, da emissora Net TV.

“Agora, em termos políticos, eu não tenho nada a ver com Bolsonaro. Comemoro enormemente que fale mal de mim. É um racista, um misógino, um violento... O que eu pediria ao presidente Bolsonaro é que deixe Lula livre e pediria que se submeta a eleições com Lula em liberdade”, acrescentou, em referência ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, preso desde o ano passado condenado por corrupção na operação Lava Jato.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE


Geral

2020 com o pé direito, objetos com mensagens positivas


Vestibular das Fatecs neste domingo


Dicas pra proteger cãozinho de pulga e carrapato


Empregos serão transformados pela robotização


Dicas pra sua casa ficar Limpa e Perfumada



© 2009-2019. Portal Novo Momento de Notícias. website: pratza