Política Crítica

TCE rejeita contas de Omar 2016, Congresso alivia

Cabe recurso e fim de mandato deve amenizar

Publicado em 2018-12-06 07:04:27 Atualizado em 2018-12-06 08:55:15 (392 visualizações)

O Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, rejeitou as contas de 2016 do governo Omar Najar. O principal argumento foi extrapolação da lei de responsabilidade fiscal na folha de pagamento, o limite é 54% e a Prefeitura estava 56,8%. A Prefeitura deve recorrer e as contas ainda vão para Câmara Municipal, com votação no decorrer de 2019.

Também nessa quarta-feira, a Câmara dos Deputados aprovou o 'desafogo' para os prefeitos, afrouxando a LRF. Essa medida pode favorecer Omar, tanto na negociação com os vereadores de 2019, quanto os prefeitos da região nos próximos anos.
Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.

PUBLICIDADE


Política Crítica

Assessor de Rafa Macris vai presidir Cidadania


PSL tenta engordar time em Americana


Novo abandona ministro que foi candidato por SP


Denis Andia solicita recursos para uma nova represa


Mancini retira projeto de redução dos salários dos vereadores



© 2009-2019. Portal Novo Momento de Notícias. website: pratza